DESFILE DAS ESCOLAS DE SAMBA ACONTECE NO DIA 17 DE FEVEREIRO

11 de fevereiro de 2015


Bateria da Acadêmicos de Venda Nova - campeã de 2014 - Foto: Maurício de Souza - Acervo Belotur
Bateria da Acadêmicos de Venda Nova - campeã de 2014 - Foto: Maurício de Souza - Acervo Belotur

Afoxé Bandarerê abre pela primeira vez o desfile na Afonso Pena

11/2/15 -As seis escolas de samba de Belo Horizonte desfilam pela segunda vez na Afonso Pena, a partir das 19 horas do dia 17 de fevereiro.  Elas disputam prêmios de R$ 50 mil para o primeiro lugar, R$ 25 mil para o segundo lugar e R$ 12,5 mil para o terceiro lugar. Em julgamento a performance da bateria, samba-enredo, harmonia, evolução, alegorias e adereços, fantasias, comissão de frente e desempenho do mestre-sala e da porta-bandeira. Cada escola tem o tempo mínimo de 40 minutos e máximo de 55 minutos para realizar a apresentação.

Pela primeira vez, o desfile será aberto por um grupo litúrgico-religioso, o Afoxé Bandarerê, criado em 8 de dezembro de 2013 (dia de Nossa Senhora da Conceição), em Belo Horizonte,  com o intuito de abraçar a comunidade afro cultural promovendo a maior integração entre seus membros e levando para as ruas a alegria dos terreiros. Os padrinhos do afoxé são os Orixás Ogum e Oxum. As cores do grupo são o amarelo de Oxum e o azul de Ogum. Em 2015, o Afoxé Bandarerê  homenageia o Orixá Iansã.

Primeira escola a desfilar em 2015, a Canto da Alvorada disputa este carnaval com 750 integrantes em 12 alas, três carros alegóricos e três tripés. Este ano, a escola se apresenta com o samba-enredo “País do Pitangui”, de Ricardo Barrão. Uma homenagem a Pitangui, cidade do centro-oeste mineiro, descoberta por bandeirantes paulistas e que completa, em 2015, 300 anos de história. Hernani (Nandim) assina o carnaval da escola.

Força Real, uma das mais novas escolas da capital, fundada em 2011, vem com tudo com o enredo “Minas Gerais – De um Sonho Ideal, a um Delírio Real, em Pleno Carnaval”, de Thiago Bandeira. A escola faz um passeio por Minas Gerais, apresenta suas riquezas por meio de uma viagem de trem com Sinhá Olympia, folclórica personagem da histórica cidade de Ouro Preto. A escola verde, vermelha e branca desfila com 400 integrantes, 13 alas e dois carros alegóricos.

E representando a região do Barreiro, a escola de samba Estrela do Vale defende o samba-enredo “Do Barro ao Ouro, Artesanato Mineiro o Verdadeiro Tesouro”, de Eduardo Raimundo Bavose.  Artesãos de várias regiões de Minas foram convidados e, com suas mãos desconhecidas, mas talentosas assinaram a festa da Escola. Desfila com 450 integrantes, divididos em 14 alas e dois carros alegóricos. Destaque para a comissão de frente, com o grupo Onix Show.

A campeã de 2014, Acadêmicos de Venda Nova, será a quarta escola a desfilar. Em seu décimo desfile, a escola tricampeã (2008, 2009 e 2014) vai para a avenida com 600 integrantes, divididos em 12 alas e quatro carros alegóricos. A escola se apresenta com o samba-enredo “Tudo o que Venda Nova Toca Vira Ouro”, de Mandruvá, Dona Elisa e Walisson Adriano. O samba fala sobre a história das relações comerciais desde o período das trocas até o comércio contemporâneo e lembra o Rei Midas, personagem que tinha o dom de transformar em ouro tudo aquilo que tocava. Marco Aurélio é o carnavalesco da escola.

A Imperavi de Ouros, resultado da fusão das escolas Imperatriz e Bem-te-vi, criada em 2013 é a penúltima escola a se apresentar. São 430 integrantes, divididos em 11 alas e três carros alegóricos. O tema do samba “Um enredo, um Fato! Com vocês, o Quatro…”, tema elaborado por André Vitoriano, com composição e interpretação de Fabian Costa, explora todo o misticismo do número quatro: as quatro fases da lua, as quatro estações, os quatro naipes do baralho, os quatro elementos da natureza, as quatro operações fundamentais, etc. O desfile é coordenado pelos carnavalescos Wander (Wandera Jones), Giovanni Rhoffman, Antônio Carlos e Aloiz Marinho.

A última escola a ganhar a avenida é a Cidade Jardim, com 700 integrantes, 12 alas e três carros alegóricos. O grande homenageado é o apresentador Tutti Maravilha, uma das mais conhecidas personalidades do rádio mineiro. O enredo “Tutti Maravilha Nós Sambamos Com Você” é de Domingos do Cavaco, Fabinho do Terreiro, Mandruvá e Vander Lee. O carnavalesco Leo Piló assina o desfile

O Carnaval de BH 2015 é uma realização da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, e conta com o patrocínio da SKOL, TIM e do Governo de Minas, com subsídio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

desfile escola de samba fora real
Carnaval de 2014 – Madrinha da bateria da Força Real dá show de rebolado – Foto: Maurício de Souza / Acervo Belotur
desfile escola de samba estrela do vale
Carnaval de 2014 – Escola de Samba Estrela do Vale desfila na Afonso Pena – Foto: Maurício de Souza / Acervo Belotur
E
Carnaval de 2014 – Imperavi de Ouros coloriu de azul e branco a Afonso Pena – Foto: Maurício de Souza / Acervo Belotur
Carnaval de 2014 – A energia de Venda Nova na avenida – Foto: Maurício de Souza / Acervo Belotur
desfile escola de samba canto da alvorada
Carnaval de 2014 – A bateria e a madrinha da Canto da Alvorada, vice-campeã do ano passado – Foto: Maurício de Souza / Acervo Belotur
A
Cidade Jardim – Bateria deu o tom do desfile da Escola de Samba Cidade Jardim – Foto: Maurício de Souza / Acervo Belotur

 

Compartilhe